Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas.

Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 receitas para Ganho de Massa Muscular e Perda de Gordura.

X
HomeSuplementosCarboidratosMaltodextrina: um suplemento de valor que foi esquecido

Maltodextrina: um suplemento de valor que foi esquecido

Conheça melhor a maltodextrina, um suplemento de valor que vem sendo esquecido pela maioria dos praticantes de musculação. Aprenda o que é, seus benefícios e como usar.

Maltodextrina: o que é, seus benefícios


Durante anos utilizou-se a maltodextrina para diversas finalidades, em especial, no ramo atlético com o fundamento de reposição energética ou fornecimento rápido de energia.

Entretanto, com o passar dos anos e com a revolução dessa nova onda de inúmeros suplementos alimentares, a maltodextrina foi deixada de lado, sendo até mesmo vulgarizada por muitos praticantes de atividades físicas os quais desconsideravam e desconsideram sua efetividade.

Maltodextrina: o que é, seus benefícios

VEJA TAMBÉM:

CONHEÇA: O Suplemento pré-treino mais PODEROSO do Mercado e Obtenha Excelente Ganho de Massa Muscular!

DESCUBRA: 04 Erros Que te Impedem de Alcançar a Hipertrofia Muscular e Saiba como Eliminá-los!

DESCUBRA: O Que Ninguém Te Conta Sobre Ganhar Músculos Grandes e Definidos em Poucas Semanas!

CONHEÇA: Como Montar Dieta e Treino Personalizado, Pensando em suas Necessidades e Individualidades!

Mas afinal, a maltodextrina, frente a tantos suplementos de maior tecnologia, ainda representa certo grau de importância ao praticante de atividades físicas? Se você pensa que não, sugiro entrarmos um pouco mais adiante nesse assunto.

O que é a maltodextrina?

A maltodextrina é um carboidrato e trata de duas moléculas de glicose, ligadas pelo que chamamos de ligação glicosídica, o qual anteriormente fazia parte de uma estrutura mais complexa e de maior tamanho, ou seja, o amido, principal carboidrato presente na dieta humana, obtido de fontes alimentares tais quais a mandioca, a batata, o arroz, o milho, entre outros.

Por ser um carboidrato onde há poucas ligações de glicose que não necessitarão de longos processos de digestão, este apresenta-se de certa simplicidade, apesar de não poder ser denominado um carboidrato simples.

Apresentando também alto índice glicêmico (quando consumida sozinha), a maltodextrina, após sofrer digestão é rapidamente absorvida no intestino delgado através dos receptores SLGT-1 e enviada para a corrente sanguínea, onde será utilizada como combustível energético para inúmeras células.

Quais são os principais usos da maltodextrina?

A maltodextrina é um carboidrato atualmente utilizado em inúmeros alimentos com rumo dietético ou não, ou seja, ela é usada alimentos destinados ao mercado light e/ou diet bem ou para alimentos “comuns”. Possuindo uma peculiaridade de adoçar compostos, esta, normalmente está presente em sucos e outras bebidas. Porém, além do uso da maltodextrina para a finalidade industrial alimentícia, ela possui aplicabilidades mais próximas a nós praticantes de esportes:

Bebendo maltodextrina

Por possuir fácil digestão e apresentar-se com uma osmolaridade mais conveniente do que a dextrose, a maltodextrina foi durante anos um dos suplementos mais utilizados entre os praticantes de atividades físicas a fim de fornecer energia de maneira rápida e sem causar sérios desconfortos gástricos. Sendo utilizada antes, durante e após os treinamentos, esse suplemento representou também uma forma de adição energética em inúmeros suplementos alimentares, como por exemplo os hipercalóricos. Mais do que isso, por seus efeitos relacionados à insulina e também na melhora da absorção de alguns compostos, a mesma foi e ainda é utilizada com inúmeras misturas como com a creatina ou mesmo com o famoso “shake pós-treino“.

Sabe-se hoje que, especificamente falando da musculação, a utilização de carboidratos no pós-treino, frente a síntese proteica pode ser considerada desnecessária, tanto porque, um treino de musculação intenso e que vise ganhos máximos não irá causar a depleção completa ou extrema de glicogênio muscular. Entretanto, para muitos outros esportes, a reposição energética imediatamente após o treinamento é fundamental (esportes esses, tais quais corridas de longa duração, ciclismo ou mesmo a natação). Esses mesmos esportes, em sua maioria de endurance, necessitam de um consumo rápido durante o treinamento, inclusive, fazendo uso da maltodextrina em formas de géis.

Por que a maltodextrina foi esquecida com o decorrer dos anos?

Como tudo necessita de renovações, não poderia ser diferente com o mercado de suplementos alimentares, que hoje move milhões e milhões de dólares nos quatro cantos do mundo.

Apesar desse envolvimento com o lucro, devemos saber que muito do que se populariza e muito do que se cria, não passa de marketing. E se hoje podemos considerar a maltodextrina como um suplemento desaparecido, provavelmente esse é o principal motivo. Logicamente, não quero traçar a maltodextrina como sendo o suplemento ideal ou tampouco como o melhor suplemento do mundo, mas sim, trazê-la diante de sua eficácia frente a sua simplicidade.

Observemos que, se a tecnologia evolui não faz jus continuar a vender ou popularizar suplementos os quais possuem um baixo valor, não é mesmo? E qual o preço mesmo da maltodextrina? Cerca de 8-15 reais o quilograma (dependendo da loja)? Pois bem, esta aqui um dos motivos da “morte” deste suplemento. Ele é barato demais, o que faz com que empresas tenham um menor lucro e o consumir, que esta acostumado a pagar caro, fica desconfiado de um suplemento tão barato.

Frente a esse novo conceito então de que os carboidratos não são necessários no pós-treino para o praticante de musculação, esta pode ter sido mais um dos motivos para o abandono da maltodextrina.

Verdade seja dita: barata ou não, sendo usada no pós-treino ou não, a maltodextrina não é um suplemento totalmente descartável! Ela ainda possui inúmeras funções e sim, pode ser um ótimo suplemento para nós praticantes de musculação.

A maltodextrina pode ser conveniente para praticantes de musculação?

A maltodextrina pode causar acúmulo de gordura corpórea (bem como quaisquer macronutrientes em excesso), bem como disfunções insulínicas e outros. Entretanto, além disso não necessariamente ser via de regra, devemos saber quem e como está se fazendo o uso de tal suplemento. Porém, se utilizada adequadamente, a maltodextrina pode representar inúmeros benefícios, entre os principais:

– Fácil fornecimento energético: Perceba que estamos falando de FACILIDADE no consumo energético e não NECESSIDADE DE VELOCIDADE, ou seja, falamos na praticidade e na conveniência de ingerir grandes quantidades de carboidratos (que estejam de acordo com suas necessidades individuais, claro), com uma simples bebida, o que por exemplo, para indivíduos que possuem extrema dificuldade em comer e em subir de peso, podem ser convenientes. E não é por acaso que a maltodextrina ainda é o suplemento com maior uso em hipercalóricos.

– Substituição de carboidratos caros: O mercado de suplementos alimentares cada vez mais vem investindo nos mais diferentes suplementos a base de carboidratos, com altíssimas tecnologias. Entre eles, podemos destacar o Waxy Maize, a D-Robose, as Pentoses e outras. Porém, isso não é conveniente para indivíduos que possuem menores condições financeiras. Na prática, a maltodextrina tem os mesmos fundamentos destes suplementos a base de carboidratos de ordem mais cara, sendo assim uma ótima opção de carboidrato barato.

– Fácil digestão: Alguns indivíduos, ou melhor, muitos indivíduos costumam realizar sua refeição pré-treino muito próximas ao treinamento, tornando muitas vezes o consumo de alimentos sólidos algo inviável e/ou desconfortável. Além disso, por próprias questões metabólicas, não é conveniente comer pouco tempo antes do treinamento. Dessa forma, shakes contendo maltodextrina podem auxiliar nesse período, fornecendo um aspecto digestivo muito mais rápido.

– Melhora na absorção de alguns nutrientes: A maltodextrina, bem como alguns outros carboidratos, pode favorecer na absorção e aproveitamento de alguns nutrientes. Um belo exemplo que costumamos usar é com a própria creatina, indispensável para o crescimento muscular.

– Gosto menos adocicado do que a dextrose: A maltodextrina, em suplemento, possui um gosto muito menos doce do que o da dextrose. Para alguns indivíduos o sabor extremamente doce pode gerar contratempos como enjoos, desconfortos gástricos entre outros. Portanto, a maltodextrina pode ser um excelente suplemento para os mais “frescos” em sabor.

Maltodextrina engorda?

Como dissemos acima, sim, ela pode causar um acúmulo de gordura (engordar), pois ela é um suplemento a base de carboidratos. Na maioria dos casos, a pessoa usa a maltodextrina de forma incorreta ou comete o erro de usá-la exageradamente, ingerindo mais do que o corpo necessita e fazendo com que o excesso, o corpo transforme em gordura. Na própria embalagem do suplemento, vem a indicação de uso (indicação da fabricante), não ultrapassar muito daquilo é uma maneira de não usá-la incorretamente. Porém a melhor forma de usar a maltodextrina e não engordar é saber quais são as suas necessidades e não ultrapassá-la, pois qualquer coisa em excesso vai gerar um maior acumulo de gordura.

Tabela nutricional Maltodextrina

Onde comprar a malto?

Esse suplemento é liberado para utilização e venda em todo o mundo, inclusive no Brasil. Ele é um dos suplementos mais baratos do mercado, custando em média R$15,00 cerca de 1kg do produto. Você o encontra nas melhores lojas de suplemento do Brasil e também na internet.

Conclusão:

A maltodextrina é um dos suplementos mais antigos no mercado, porém com a chegada de suplementos a base de carboidratos mais complexos, como Waxy Maize, ela vem perdendo um enorme mercado em todo o mundo. Porém ainda é muito utilizada em diversos alimentos e na composição de diversos suplementos, como os hipercalóricos. Portanto não é um suplemento que possa ser desprezado.

Apesar de hoje existirem suplementos semelhantes e mais caro, a maltodextrina mostra possui os mesmos efeitos práticos quando comparados a alguns dos novos suplementos a base de carboidrato. Portanto cuidado com o marketing.

Portanto, nem sempre desvalorize o mais barato, ele pode ser uma grande alternativa.

Como falamos, a maltodextrina é um suplemento super barato no mercado, custando por volta de 15R$.

Bons treinos!


Gostou do conteúdo? Clique nas Estrelinhas abaixo e nos diga, de 1 a 5, qual a sua nota para este conteúdo!

Avaliação média: 4.5
Total de Votos: 17

Maltodextrina: um suplemento de valor que foi esquecido
suplemento bcaa growth supplements

Artigos Relacionados

Suplementos em Promoção


Receba mais artigos

Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas.

Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 receitas para Ganho de Massa Muscular e Perda de Gordura.

3 Comentários


  1. Edson disse:

    Marcelo,

    Por 2 vezes (dias distantes) experimentei tomar Maltodextrina no treino. Diluí cerca de 40g do produto em 500 ml de água e ia tomando aos poucos. Porém, não me senti bem, cheguei a ter até tontura. Depois disso, nunca mais tomei a maltodextrina durante o treino. Há alguma explicação para meu caso?

    Valeu!

    Hipoglicemia rebote e/ou hiperinsulimia. Não é conveniente fazer o uso de maltodextrina durante treinamentos anaeróbios. Leia este artigo: http://arteirocampista.com.br/dica-rapida-nao-consuma-carboidrato-durante-musculacao/

    http://

  2. renato disse:

    As vezes seus textos são interessantes, mas as vezes tem a capacidade de falar, falar e não dizer nada. E o que pior: capacidade de informar como se o que diz fosse verdade absoluta, sendo que há estudos em contrário, como por exemplo, com relação a utilização da maltodextrina no pós treino. Sem contar comparar ela ao wazy de forma incorreta.

    —-

    Estudos e estudos. Isso é o que torna a ciência ampla e variável.

  3. Liliane disse:

    M. ,

    1. Como vc disse, “a Malto pode favorecer a absorção e aproveitamento de alguns nutrientes”, como a creatina. Dúvida: o pico de insulina, provocado pela Malto, no pós treino, ajuda a absorver TODOS os nutrientes do WHEY, como as proteína, as vitaminas e os minerais?

    2. É comum ouvir: malto da barriga. Isso ocorre por que, no total do dia, ingeriu mais carbos do que gastou, certo? Se for tomar Malto diariamente, é melhor 1 vez no dia (assim acumula mais gordura?) ou distribuído ao longo do dia (mas vários picos de insulina não fazem mal?)?

    —-

    Alguns nutrientes, como a creatina. Nada Relacionado ao WP ou síntese proteica.
    Você engorda não por que comeu muito carboidrato, mas o que deve levar em conta é a quantidade de calorias no geral.

Carregar mais Comentários

Deixe o seu comentário!