quinta-feira, outubro 6, 2022
Promoção Suplementos Mais Baratos
InícioFarmacológicosOs farmacológicos - Os aspectos que os regem - Pt3

Os farmacológicos – Os aspectos que os regem – Pt3

Tempo de Leitura: 3 minutos

Entenda todo o processo que rege por trás dos farmacológicos – Pt3

Conheça a lógica por trás de alguns usuários não desportistas dos esteróides anabolizantes nessa terceira e última parte do artigo.

Mas e quanto as “pessoas comuns”, realmente é válido o uso de esteróides anabolizantes? Há uma controversa em toda essa polêmica e a verdade é que não há e não haverá um consenso a isto. [ad#2]Alguns acreditam que estar bem com seu corpo também valha os melefícios trazidos pelos colaterais do uso de substâncias ergogênicas. Já outros, acreditam que não valha e, preferem manter-se firme ao lado dos conhecidos como “free”.

Com fatos que vejo em meu dia-a-dia posso ter plena certeza em afirmar que grande parte dos usuários de esteróides anabolizantes que não estão no mundo profissional, mal sabem o que estão fazendo e pior, caem em conversas de terceiros, também desinformados de maneira absurda. Conhecer nomes de drogas e substâncias, não é conhecê-las por completo e, muito menos conhecer seus efeitos primários e secundários dentro de um organismo e, ainda mais um organismo único e individual.

Em muitos desses casos, o grande problema é o estético e, poderia plenamente ser resolvido com questões alimentares e questões físicas. Claro, de uma maneira mais lenta, porém com muitos benefícios. Mas com a correria dos anos 2000, é difícil esperar e, até mesmo os resultados de algo que demoraria um pouco mais para acontecer, devem acontecer o mais breve possível, custe o que custar. E será que tudo isso vale realmente a pena? Será que o seu eu e a sua capacidade de humanidade e não de coisificação e sua capacidade de amar/ser amado diminuirão com um corpo menor e/ou menos definido? Mais do que estética, deve-se valorizar o ser humano como um todo, por si e pelo que é.

A moralidade e a falta de conhecimento que cercam qualquer sociedade, principalmente as mais primitivas é, sem dúvida alguma, uma grande barreira para que esses tabus sejam quebrados.

Sinceramente, jamais conheci alguém que morreu unicamente pelo uso de esteróides anabolizantes, mas sim pelo seu abuso ou mau uso, traduzindo-se em desinformação e despreparo acadêmico e, novamente, psicológico. Por outro lado, é comum ver pessoas que morrem pelo alcoolismo. Nos últimos seis anos, em dados de 2009, o número de 10,7 óbitos por mil habitantes subiu para 12,64 no Brasil. O fumo também está entre as mais concorridas drogas para os óbitos brasileiros e mundiais.

Conclusão:

O culto ao físico, a busca por melhor desempenho atlético ou somente a necessidade de uma boa estética, são resultados de uma competição que sempre existiu na vida do humano por algum motivo, durante toda sua evolução.

O uso indevido de esteróides anabolizantes pode causar malefícios físicos e/ou psíquicos aos seus usuários e a pessoas próximas também. Porém, não há nada comprovado que unicamente os esteróides anabolizantes podem ser os vilões de toda a história.

É, por alguns, aceitável o uso de esteróides anabolizantes em ambientes esportivos profissionais, inclusive na adolescência. Afinal, é muito melhor ou, muito menos prejudicial termos o apoio do conhecimento aberto do que vagarmos em um mundo ainda muito escuro.

Já os usuários não profissionais de esteróides anabolizantes, seguem uma linha de pensamento um tanto quanto complexa, colocando em jogo questões morais e de saúde, contrapostos a necessidade de obter um objetivo unicamente estético e de satisfação própria.

Seja qual for a forma de pensamento e os fins que justificarão os meios com o uso de esteróides anabolizantes, é importante dar sempre valor a vida em primeiro lugar. E o resto, cabe colocar numa balança todos os custos.

O que você ganhará? Você decide!

Sobre o Autor do Post

Artigos Relacionados

Mais Recentes