• Ganhe de GRAÇA um E-book com 20 receitas

    Coloque seu e-mail ao lado e receba um e-book com 20 receitas para Ganho de Massa Muscular e Perda de Gordura.

  • Conheça o SUPER treino de Pernas do Betão

    Destrua os seus membros inferiores (pernas) com este INSANO SUPER treino de pernas do Betão.

    Um dos treinos que mais assusta a galera que treina pesado é o treino de pernas. Há uma nuvem negra que paira sob esse dia e alguns relatos de ânsia, sudorese excessiva e hipotensão ajudam a enegrecer esse treino tão fatídico.

    Mas nada é mais assustador que o relato de alguém que acabou de experimentar algo realmente insano e que sentiu na pele o que é um treino puxado e sádico ao extremo.

    Termogenico

    Com base neste fatos, iremos falar um pouco sobre este assunto, sobre um SUPER treino de pernas e como você pode realizá-lo, sem medo!

    Ta preparado para sair da academia igual aqueles gifs de cadeira de rodas após o treino de pernas? Então vamos lá!

    Obs: Este artigo é um relato real meu, sobre um treino de pernas avassalador. Se você quiser tentar executá-lo, fique a vontade. Vou colocar a sequencia de exercícios, o modo de execução de cada um, a metodologia e tudo mais. Depois me conte nos comentários como foi executar esse SUPER treino de pernas.

    Obs2: Este treino NÃO é indicado para iniciantes.

    Histórico

    Sábado costumo treinar pela manhã, diferentemente dos dias da semana, onde treino por volta das 15h. Acordo cedo, faço uma refeição líquida e depois de 1 hora e meia, tomo meu pré-treino caseiro, baseado em cafeína, creatina, glutamina, BCAA´s.

    Mais 1 hora de espera e estou pronto pra começar a moer os quadríceps. E o ultimo sábado foi um daqueles dias em que você treina como se não houvesse amanhã.

    Sabe aquele dia que você acorda disposto, passarinhos cantando, sol brilhando e veias dilatando? Pois é … o ultimo sábado foi assim. E pra brindar esse dia magnífico, no trajeto pra academia, fui pensando em algo que poderia me levar a outro nível de treino: algo que tornasse o sábado inesquecível. E foi, como vocês verão a seguir….

    O treino de Pernas!

    Sempre aqueço na bike horizontal, 10 minutos, antes de iniciar o treino de pernas. Gosto muito de preparar meus músculos pro treinamento, mas, principalmente, minhas articulações: enchê-las de líquido sinovial (um anti-inflamatório natural e lubrificante) com o movimento da bike, realizando um aquecimento em velocidade moderada, com pouca carga, mas sem movimentos frenéticos ou descompassados.

    Primeiro exercício – Agachamento Livre + Avanço

    Começo com o rei dos exercícios pra pernas: o agachamento livre! Do modo tradicional: sem almofadinha na barra, descendo até o talo e com muito peso. Mas dessa vez, quis fazer uma bi-set, algo que a maioria das pessoas não fazem com o agachamento.

    Então, depois de fazer 12 repetições, peguei dois halteres de 18kg e fui andar pela academia, nas passadas/avanço (walking lunges).

    Whey Protein

    A academia que treino possui uma área entre os aparelhos que permite essa locomoção sem incomodar o pessoal que está na sala comigo.

    Não é uma área muito grande, de modo que tive que caminhar até certo ponto, trocar de direção e caminhar de volta, 3 vezes, pra completar 12 passos em cada perna.

    Detalhe: não faço o avanço como se estivesse andando mesmo, gosto de parar em cada passada, com os pés paralelos antes de trocar a perna que vai a frente.

    A barra de agachamento ficou em uma sala próxima com um degrau entre elas, de modo que ao descer esse degrau, senti que as passadas fizeram um estrago benéfico.

    Consegui fazer mais 12 repetições no agachamento, sem descanso, com muito sacrifício. A ideia era descansar pouco ou não descansar entre as séries, mas não consegui fazer outra caminhada pela academia sem tomar um fôlego de quase 1 minuto.

    Então, a primeira bi-set foi feita com grande dificuldade e já senti os membros inferiores fritando e o sangue pulsando forte. E ainda estava no primeiro exercício.

    Whey Protein

    Segundo exercício – Cadeira Extensora

    Gosto de mudar totalmente o ângulo de execução entre um exercício e outro, quer seja membros superiores ou inferiores. Como agachei e andei pela academia, fiz a cadeira extensora como segundo exercício.

    A metodologia usada foi a drop-set: fiz 80 repetições, de 10 em 10, mudando a carga, 4 séries. Ou seja: fiz 10 repetições com 40 quilos, 10 repetições com 50kg, 10 repetições com 60kg e 10 repetições com 70kg, depois fui decrescendo o peso, de 1 em 1 tijolinho, até completar 80 repetições em 1 série. Faltavam 3 séries.

    Os quadríceps já estavam ardendo muito e tive que me levantar entre as séries pra dar uma aliviada na dor.

    Terceiro exercício – Leg Press

    Depois da extensão de joelhos, hora de voltar pra um press de perna e nada melhor que o leg press. Fiz 4 séries de 12 repetições com a seguinte metodologia: nas repetições dos múltiplos de 3, eu realizei a fase excêntrica em 10 segundos, ou seja, em super slow.

    O que isso significa? Explicando em miúdos: fiz 2 repetições com um tempo “convencional” de subida e descida da plataforma do leg press (em torno de 1 a 2 segundos em cada fase) e na terceira, sexta, nona e décima segunda repetição, desci a plataforma em direção ao peito em 10 segundos e empurrei de volta (pra cima) em 2 segundos.

    Cuidado extra na escolha da carga. Pode parecer pouco no começo, mas a fadiga aumenta de forma desproporcional. Você faz 4 repetições e, de repente, a quinta não sai. Fique atento!

    Quarto exercício – Agachamento Búlgaro

     

    Agachamento búlgaro. Fiz esse exercício no smith machine, com drop-set, ou seja, fiz 12 repetições com 1 carga, diminui 20% a carga e realizei mais 6 ou 7 repetições, me deixando próximo à falha. Descansei 30 segundos entre a mudança de pernas.

    Foi um dos exercícios mais difíceis de se realizar nesse dia, quer seja pela fadiga que já havia sido implantada ou pelo grau de dificuldade dos movimentos, pois você, se fizer certo, vai ter que empurrar a barra pra cima apenas com a perna da frente, uma vez que a perna de trás é apenas apoio.

    Whey Protein

    Nesse dia não fiz exercícios para os bíceps femorais nem para panturrilhas. Treinei até o limite, até a vista escurecer e ficar extremamente enjoado. Dei-me por satisfeito. Assim que terminei meu treino, ingeri 5g de BCAA e 2 doses de whey protein com waxy maize. Meia hora depois, fiz minha refeição sólida com arroz branco, frango e alguns legumes.

    Bônus: Vídeo Treino Soma 1 do Tio Betão

    Lá em nosso canal do Youtube o Tio Betão gravou um vídeo muito bacana, contando para gente como funciona o treino SOMA 1. Quer saber? Assista este vídeo!

    Conclusão:

    Essa foi minha rotina de treino de pernas que gostaria de dividir com vocês. Se você não é mais iniciante na arte de puxar um ferro, tente e venha aqui dar seu feedback.

    Se você é iniciante, procure outros treinos de pernas aqui no site antes de se aventurar nesse treino extremo. Conselho e dica de amigo.

    CLIQUE AQUI e conheça mais uma infinidade de dicas e treinos para pernas.

    Até a próxima!!

    Whey Protein





    /* */