quarta-feira, dezembro 7, 2022
Promoção Suplementos Mais Baratos
InícioDicas de treino para ombrosTreino para deltóides e trapézio

Treino para deltóides e trapézio

- Advertisement -
Tempo de Leitura: 2 minutos

Conheça um treino voltado para deltóides e trapézio

Treino para deltóides e trapézio

Deltóides e trapézio? Um treino rápido desse grupo muscular, responsável pela largura do tronco e, por simetria com o resto do corpo. Um grupo que deve ser trabalhado de maneira particular, pelo tipo de fibras que possui.

Deltóides possuem fibras incomuns, por isso devem ser trabalhados de forma incomum com o restante da musculatura do corpo. Conheça um treino e, use-o da melhor maneira possível.

[ad#2]Treino:

Desenvolvimento militar com halteres – 15-12-10-8-6

Um exercício básico que, deve estar na rotina de quase todos os fisiculturistas do mundo. Recrutando os deltóides quase que por completos, esse exercícios ajudará na força e na qualidade muscular dos ombros e tríceps.

A primeira série para aquecimento, seguido de 4 séries que aumentarão o peso gradualmente. O tempo de descanso deve ser de 45 – 60 seg.

Elevação lateral sentado – 20-15-12-10-6-4

Volumoso? Talvez. Uma dica de Markus Ruhl, dono dos maiores deltóides da história é começar com altas repetições e execução perfeita, até poucas repetições muito pesadas com alta carga. Mas cuidado! Elevações laterais são ótimas pedidas para lesão no manguito rotator.

Elevação frontal – 25-20-15-12

Requisitando a parte mediana dos deltóides, as elevações frontais devem ser executadas com a maior perfeição possível.

O Tempo de descanso deve ser de 1 minuto.

Encolhimento com halteres – 15-12-10-10

Outro exercício que está na rotina de muitos fisiculturistas.

Nesse exercício, serão recrutadas as fibras brancas e vermelhas da região. Mantenha a execução da forma mais lenta possível e, sempre de forma perfeita.

O Tempo de descanso deve ser de 30 – 45 segundos.

Crucifixo inverso na máqina – 15-12-12-10-8

Nesse exercício, a parte posterior dos deltóides serão requisitadas, além, claro, do trapézio.

É importante sempre trabalhar a parte posterior dos deltóides para que não haja frontalização do corpo, ou seja, assimetria com a parte anterior do grupo muscular, em desnível com costas e peitorais.

O descanso deve variar de 30 – 60 segundos.

Conclusão:

Um treino com repetições volumosas, mas que proporcionará bons ganhos e um pump incrível durante o treino.

Este artigo foi escrito por:

Sobre o Autor do Post

Artigos Relacionados

5 COMENTÁRIOS

  1. Teria problema em trocar o crucifixo inverso na maquina pelos halteres? e voce tem algum artigo sobre treino de pernas?, que estou procurando e não achei. obrigado

  2. Fala Marcelo acompanho o site e gosto muito,gostaria de saber se adicionada a esta serie,as outras “series por Marcelo “formariam um bom treino.
    Abraço

    Depende da (s) combinação (ões).

  3. Uma dúvida, não seria melhor deixar o crucifixo inverso como segundo exercício? ele recruta trapézio também, e como último exercício talvez ficasse mais complicado de trabalhar bem o deltóide anterior.

    São variações, amigo.

    www.facebook.com/marcelo.sendon

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui




Enter Captcha Here :

Mais Recentes